Maria Ivone Vairinho e Poetas Amigos

Fevereiro 06 2010

Ainda um dia hei-de abrir o sol

Rasgar a angústia, matar a solidão.

Quero ouvir cantar os pássaros

Cheirar a Primavera,

Sorver o perfume das ervas verdes

Voar nas asas das andorinhas.


 

As horas mortas, tão longas, só minhas

Hei-de lançá-las ao vento

Cristalizar nas ondas do mar o pensamento

Voltar a ser eu no meu sonhar

E gritar toda a luz do meu olhar.


 

Os medos, um dia rasguei

Depois sorri e cantei.

Ainda um dia hei-de explicar-te a minha dor

Caminhar contigo mão na mão

Abrir-te as portas do meu coração

Para nele leres todo o amor.


 

Hoje ainda não. Quero beber teu calor

Abraçar a vida, todo o instante, agora

Não vou deixar que o sonho vá embora

Ainda não é tempo! Ainda não é hora.


 

28/11/09

Donzília Martins

Postado por Liliana Josué


 

publicado por cantaresdoespirito às 22:44

Fevereiro 06 2010

Queria um soneto elaborar

Mas não sou nem Camões, nem Miranda

Dou comigo a pensar, a pensar

Mas a caneta faz que anda mas não anda!


 

Revejo o passado, olho o presente

Pondo no futuro grande esperança

Não esqueço as más horas por mais que tente

Usando a maior perseverança!


 

Mas agora alguma coisa vai mudar

É com alegria que o estou a anunciar

Desde que sei que vou ser bisavó!


 

Já sinto no calor do meu abraço

Aquele serzinho que procura meu regaço

Para se aninhar e fazer ó-ó!


 

Pontinha, 7 de Outubro de 2009


 

Maria de Lourdes Rosa Alves

Postado por Liliana Josué

publicado por cantaresdoespirito às 22:39

Fevereiro 05 2010
Olá amigos
 
RECADO - é o poema em jeito de fado a que 3 jovens da Suécia
emprestam a sua voz com o qual pretendo expressar uma mensagem
de alerta para um sério problema que atormenta a humanidade.
Ouça-o em poema da semana ou aqui neste link:
 
http://www.euclidescavaco.com/Fados_E_Musicas/Recado/index.htm
 
Calorosas saudações
Euclides Cavaco
cavaco@sympatico.ca
 
Sintonize amnhã Sexta Feira dia 5
o programa FADO E POESIA com Euclides Cavaco
na Rádio Ondas Musicais em :    www.ondasmusicais.com
às 22:00 horas de Portugal e 17:00 do Canadá
 
Venha tomar comigo um cálice de poesia...
Entre por aqui na minha sala de visitas:
www.ecosdapoesia.com
 
publicado por appoetas às 03:10

Fevereiro 05 2010
Olá amigos
 
Lá do México distante
Hoje mesmo regressamos
O Sol estava brilhante
Das nossas férias gostamos.
 
Meu email disponível
Já está p'ra receber
Eu estarei acessível
Como sempre com prazer.
 
Cordiais saudações
Euclides Cavaco
cavaco@sympatico.ca
 
Venha tomar comigo um cálice de poesia...
Entre por aqui na minha sala de visitas:
publicado por appoetas às 03:09

Fevereiro 02 2010

Silêncio pesado,

Do deserto, a imensidão,

Que fere,

Magoa,

Apenas, solidão.


 

Areia dourada,

Pelo calor do sol, crestada,

Ondulante,

Em dunas imensas,

Onde o tudo é nada.

Apenas eco…

Do caminho impossível,

Eco de si mesmo.


 

Eco do vento sibilante,

Dum animal rastejante,

Da ave sulcando o espaço,

Em rituais de migração.


 

Eco do bater do coração,

Fortemente,

Na proporção

Da sua mente.


 

Na distância que os separa,

Aparecem os “oásis”,

Vida e esperança,

Sonhos que ultrapassam

O longínquo eco,

Onde o ser,

Ou não ser,

Se dilui no nada,

Bem pequeno.


 

A riqueza

Pode vestir o corpo,

O coração,

Mas nunca vestirá a alma.


 

O eco do deserto

Não é um veneno,

Mas um espaço aberto,

Modelado pelo Senhor,

Exemplo de amor.


 

Maria Manuela Silva

Postado por Liliana Josué

publicado por cantaresdoespirito às 22:01

Fevereiro 02 2010

1

Desamarraram-se os barcos

Cá dentro do meu peito

E tudo ficou à deriva…

Poisaram pombas nos charcos

E o tempo tomba desfeito

Sem outra alternativa.

 

2

Desataram-se as veias

Que me percorrem, fervilhando

Deixando o sangue em desordem…

No cérebro emaranhadas teias

E engrenagens avivando

Sonhos que não ponho em ordem.

 

3

Desatinaram-se os prantos

As noites são tormentosas

Até à alvorada dos dias…

Há confusão, desencantos

E culpas bem monstruosas

Que estrangulam alegrias.

 

9.12.2009

 

Mário Matta e Silva

Postado por Liliana Josué

 


 

publicado por cantaresdoespirito às 21:58

Fevereiro 02 2010

Ele… - Espera por mim!...

Não andes sozinha!

Pode algum ladrão

Roubar-te a malinha!


 

Ela… - Tenho-a na mão

Bem apertadinha!

Não tenhas receio

Por andar sozinha!


 

Ele… - Com este paleio

Ficas avisada!

Vais-te defender

Mesmo desarmada!


 

Ela… - Não os querem prender

Levam o que é nosso?...

Sustentar gatunos

Isso é que eu não posso!


 

Ele… - São tão oportunos

Esses marginais!

Gamar o que é meu?

Isso é demais!...


 

Ela… - O que é meu é teu

Não o deixo roubar!

Se nos levam tudo

Temos que esmolar!


 

Ele… - Não fico sisudo

Nem triste contigo!

Mas, é mais seguro

Tu andares comigo!...


 

Bento Tiago Laneiro

Postado por Liliana Josué

publicado por cantaresdoespirito às 21:50

Fevereiro 02 2010

Mimosa,

Suavidade rara,

Preciosa,

Gentil,

Formosa,

Recria-se subtil

Em todos os recantos,

Frescura primaveril,

Bouquet de rainha,

De princesa, a tiara.


 

As flores pendentes em cacho

No túnel que ao longe se adivinha,

Expelindo nuvens de ouro em pó.


 

Calmo riacho,

De sombra e luz,

Dourado,

Luminoso facho,

Que a vida atrai.


 

A perfeição interdisciplina-se:

A linda borboleta, vai,

Junta-se à abelha,

À aragem subtil…

Carregam esse pólen,

Esse pó dourado,

E novas vidas nascem.

Novos canteiros floridos,

Nos jardins da natureza.


 

Miraculosa beleza

Recriada tão somente,

Pelo olhar de amor de Deus:


 

“Crescei e multiplicai-vos…”

E a beleza desponta

Por todos os jardins da Terra.

Acaba-se a guerra,

Desafrontam-se as almas

Paz e Amor

E a luz dos olhos de Deus!...


 

Maria Manuela Silva

Postado por Liliana Josué

publicado por cantaresdoespirito às 19:56

Fevereiro 02 2010

 

Das minhas mãos já não sai poesia,
Já não consigo escrever tanta dor,
A não ser que num toque de magia,
Revolvessem a terra sem tremor.
 
No meu sonho mais puro versaria:
Port-au-prince, ès tu livre de amargor !
Não fora a terra movediça e fria,
Cantava ainda teu povo ao sol-pôr.
 
Já não enfeitam o azul do teu mar,
Nem no cais quando iam atracar,
Os teus veleiros vendendo ilusões;
 
Só destroços eu vejo navegar!
Irmãos sem vida outros a definhar,
Choram de luto nossos corações.
 
Cecília Rodrigues
 
publicado por Cecilia Rodrigues às 00:48

Este blogue está aberto aos co-autores e Poetas Amigos de Maria Ivone Vairinho
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

14
15
16
18
19
20

21
23
26

28


links
pesquisar
 
Tags

11 poemas inéditos de carlos cardoso luí(1)

25 anos app(11)

ada tavares(18)

adriano augusto da costa filho(39)

albertino galvão(11)

albina dias(18)

alfredo martins guedes(2)

ana luísa jesus(4)

ana patacho(3)

anete ferreira(3)

antónio boavida pinheiro(22)

app(5)

armindo fernandes cardoso(3)

bento tiago laneiro(5)

carlos cardoso luís(13)

carlos moreira da silva(2)

carmo vasconcelos(22)

catarina malanho semedo(2)

cecília rodrigues(48)

cláudia borges(8)

dia da mãe(8)

dia da mulher(9)

dia do pai(6)

donzília martins(8)

edite gil(68)

elisa claro vicêncio(4)

euclides cavaco(100)

feliciana maria reis(4)

fernando ramos(20)

fernando reis costa(3)

filipe papança(11)

frances de azevedo(2)

gabriel gonçalves(14)

glória marreiros(20)

graça patrão(6)

helena paz(15)

isabel gouveia(3)

jenny lopes(11)

joão baptista coelho(1)

joão coelho dos santos(7)

joao francisco da silva(4)

joaquim carvalho(3)

joaquim evónio(9)

joaquim sustelo(70)

judite da conceição higino(4)

landa machado(1)

liliana josué(45)

lina céu(5)

luis da mota filipe(7)

manuel carreira rocha(4)

margarida silva(2)

maria amélia carvalho e almeida(6)

maria clotilde moreira(3)

maria emília azevedo(5)

maria emília venda(6)

maria fatima mendonça(2)

maria francília pinheiro(3)

maria ivone vairinho(14)

maria jacinta pereira(3)

maria joão brito de sousa(69)

maria josé fraqueza(5)

maria lourdes rosa alves(4)

maria luisa afonso(4)

maria vitória afonso(8)

mário matta e silva(20)

mavilde lobo costa(22)

milu alves(6)

natal(16)

odete nazário(1)

paulo brito e abreu(6)

pinhal dias(9)

rui pais(8)

santos zoio(2)

sao tome(10)

susana custódio(15)

tito olívio(17)

vanda paz(23)

virginia branco(13)

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO